Novidades

Por: comKids (Redator)

Mostra de cinema para crianças e adolescentes de Ervália (MG), impulsiona arte e cultura na região.

Acontece anualmente, em Ervália, no interior da zona da mata mineira, a Recria Cine – Mostra de Cinema para Crianças e Adolescentes, criada em 2016 pelo Coletivo Refazenda, que busca movimentar a cena artística e cultural da cidade, construindo novas relações com a comunidade, a cultura, a arte e o ambiente.

Recria Cine, Ervália MG. Foto: Coletivo Refazenda

Mostra Recria Cine, Ervália MG. Foto: Coletivo Refazenda

Em 2018, em sua terceira edição, que aconteceu em julho, na Escola Estadual Professora Vivica Rocha, a mostra exibiu mais de vinte filmes de todo o Brasil, além de oferecer oficinas, música, poesia, dança, teatro, esportes e diversas recreações para o público infantil.
Ervália é uma cidade de quase 20 mil habitantes, cuja única sala de cinema foi fechada na década de 1970. O produtor cultural André Castro, um dos produtores do evento, conta que a Recria Cine pegou esse problema e o transformou em possibilidades. A mostra é o primeiro contato, senão o único, de muitas crianças e jovens ervalenses com o cinema. O videomaker Tobias Rezende, que também produz o evento, conta que a ideia é levar as crianças e jovens a outros mundos e realidades através do cinema.

A curadoria dos filmes exibidos na Recria Cine é feita por Tobias Rezende, que roteirizou e dirigiu o filme “Coisa-Malu” (2015) – premiado pelo Festival Primeira Janela e o Festival Primeiro Plano – e pela comunicadora Camila Santana, produtora do filme e que atua como arte-educadora, ministrando oficinas de audiovisual para crianças e adolescentes em diversos projetos. O desafio é compor sessões que dialoguem com a pluralidade de infâncias que existem em Ervália e em todo o país. Dentre os critérios utilizados para a seleção dos filmes considera-se a relevância temática para o público e a articulação dos elementos fílmicos para a fruição da obra. “Sempre pautamos o respeito pela diferença e o cultivar da imaginação”, afirma Tobias. As realizadoras e realizadores de filmes infanto-juvenis podem inscrever seus trabalhos pelo edital de seleção da Recria, disponibilizado sempre no primeiro semestre do ano na página do coletivo Refazenda.

Cinema em ação
A programação da Recria Cine é sempre diversa e inclui oficinas que permitem às crianças ervalenses sentirem na pele o que é o cinema. Isso inclui brincar, atuar e produzir seu próprio filme, desde a construção dos personagens e roteiro até a montagem. Na 3ª Recria Cine, o filme produzido foi “As aventuras do reino mágico”, que conta a história de luta entre o reino da floresta e o reino dos Estados Unidos. O filme completo está disponível aqui.

Mostra cresce exponencialmente
Em uma cidade que pulsa arte e cultura, desde a poesia escrita na roça até o grafite na escola, mas que carece de espaços para reunir todo esse potencial, a Recria Cine funciona como espaço de encontro, aprendizado e muitas trocas. André Castro conta que na primeira edição da mostra, em 2016, a programação era mais focada nas exibições de filmes, mas que de lá pra cá o coletivo Refazenda cresceu e percebeu que outros movimentos culturais da cidade também precisavam ocupar a mostra. “Isso transformou o evento numa coisa muito maior do que a gente poderia imaginar. Vimos que a gente junto era mais forte”, afirma André. O grupo de teatro Catarse, que recheou a programação da 3ª Recria Cine de teatro, performances e atividades recreativas, é um desses movimentos.

Recria Cine, Ervália MG. Foto: Coletivo Refazenda

Destaque: Foto: Coletivo Refazenda.